A arruda já era usada na Grécia antiga para afastar doenças contagiosas. Para aproveitar melhor a planta, as pessoas começaram a tomar um banho com ela, atitude que muitos adotam até hoje no Ano-Novo, buscando assim manter longe os maus espíritos.
De acordo com o nosso estudo, essa superstição é a segunda mais popular nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Outro mérito da arruda: essa é a única superstição da lista com 100% de menções positivas nas redes sociais. As explicações possíveis para esse sucesso são o baixo custo e a forte propaganda boca a boca dos benefícios do banho com a erva.